segunda-feira, 15 de março de 2010

Pensando sobre vida sentimental II

Separacao
Como eu havia falado, encontrei dois post´s interessantes sobre vida sentimental do Pr. Marcos Botelho, já postei um aqui, agora estou colocando o outro com os devidos créditos, estarei sempre colocando algo referente a vida sentimental, penso que nos debatemos muito tempo de nossa juventude procurando um caminho que é simples se colocamos o foco em Deus. Se soubermos colocar isso em prática conseguiremos esperar e  teremos alguém que se encaixará perfeitamente ao chamado de Deus para nossa vida! Nossas expectativas serão guiadas por Deus, portanto: Esteja focado!


A Bela e a Fera se separaram!

Temo afirmar que a maioria dos namoros acaba não porque um dos namorados se decepciona com o outro, mas sim porque um dos dois se decepciona com suas próprias expectativas. Vou tentar explicar melhor.
Temos que entender que um namoro começa antes mesmo de você conhecer a pessoa que você vai namorar, o namoro começa na sua cabeça. O seu futuro namoro começa agora, nas suas expectativas!
O que a maioria dos adolescentes ou jovens fazem enquanto não encontram seu namorado(a)? Eles ficam imaginando como eles(as) devem ser. E é aí que mora o perigo! Começa o namoro e, possivelmente, também começa o vírus que vai destruí-lo no futuro.
Dependendo de nossa expectativa, algo que era bom pode parecer ruim e uma coisa ruim pode até se tornar boa. Tudo depende da nossa expectativa.
Lembro-me de uma vez que chegou uma oferta de mil reais para um projeto do JV. Minha mãe, ao abrir o envelope, correu para falar com meu pai, jogou o envelope no colo dele e falou brincando: Bem! Chegou uma oferta de dez mil reais para o seu novo projeto. Meu pai nem conferiu o cheque, pulou de alegria, agradeceu a Deus e saiu para contar para os outros missionários a bênção que tinha acontecido. Depois de algumas horas, ao sentarmos à mesa para comer, meu pai comentou o que ia fazer com os dez mil reais e minha mãe corrigiu falando: Não amor, é mil reais, você não viu que eu estava brincando? Você não olhou o cheque? O rosto do meu pai mudou na hora, vocês precisavam ver a cara de decepção e raiva que ele estava naquele momento.
Ganhar mil reais de oferta sempre foi motivo de muita alegria aqui em casa, mas por causa da brincadeira de mau gosto da minha mãe, aqueles mil reais pareciam não valer nada.
Pois é assim também com o namoro, dependendo da expectativa que você tenha, o seu parceiro depois de algum tempo de namoro, mesmo valendo muito, pode parecer que não vale nada.
Os contos de fadas narram histórias que alimentam expectativas falsas, como a da princesa que encontra um sapo e depois de beijá-lo ele vira um príncipe, ou a história mais famosa, da Bela e a Fera que narra a história de uma princesa, que fica presa num castelo de uma fera horrível, mas que, com o tempo ele se torna um príncipe maravilhoso.
A expectativa do homem é diferente da expectativa da mulher. A mulher, já no começo do namoro, acredita que um dia o homem que ela gosta vai mudar, assim como o sapo/fera muda para príncipe e, na realidade o que acontece é que ELES NÃO MUDAM.
E os homens pensam que elas nunca vão mudar, sempre vão ser aquelas princesinhas que não mudam nos contos de fadas, mas o fato é que ELAS MUDAM.
É por isso que repito a frase que comecei este artigo: a maioria dos namoros acaba não porque um dos namorados se decepciona com o outro, mas sim porque um dos dois se decepciona com suas próprias expectativas.
Cuidado! Às vezes você está com um tesouro caro nas suas mãos, mas porque você “acha” que existe um tesouro maior no fim do arco-íris, você desvaloriza o que está com você!
Pr. Marcos Botelho
http://www.marcosbotelhodojv.blogspot.com/

7 comentários:

Adrielle Kawahara disse...

Que maravilha!
Uma mensagem muito abençoada.
seu blog é uma benção querida.
que Deus te abençoe

visite meu blog
http://maisquecharmeoficial.blogspot.com

um blog para mulher virtuosa

Danny.elle disse...

Oi Adriele,

Obrigada pela visita, sinta-se a vontade para visitar e comentar por aqui!

Vou fazer uma visitinha para o seu!

Deus te abençoe de montão

Lígia Mendonça disse...

Ai, Danny... hehehe eu já era "dona de casa" qdo solteira, depois que casei então... kkk super prendada!!! Maridón agradece! rs
Bjos, amiga, saudades de vc!
Precisa vir conhecer minha casinha...
P.S.: muito legal este artigo, Danny! Seu blog tá mto legal! Meu marido adorou tbém, deve ser seu seguidor já... hehe Marcelo Mendonça...

Claudia disse...

Amiga querida, me orgulho muito de vc! Espero que continue crescendo em graça e sabedoria...

Bjo no core!

Claudia

Danny.elle disse...

Oi Lígia,

Quero ir sim conhecer sua house vai ser um prazer e conversar como nos velhos tempos...hehe
O Marcelo Mendonça passou por aqui sim...hehe!

Bjos miga

Danny.elle disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Danny.elle disse...

Oi Claudinha,

Sua boba...me abandonou!

Sabe o qto tenho aprendido amar vc do fundo do coração, Deus sempre faz crescer flores no nosso caminho! Vc é muito querida!

Quero você sempre aqui, hein!
Fedidaaa...pra completar o dia...kkkk!Não se preocupe eu sei que vc é cheirosa...hauahau

Já tô chorandoooo...
Mora no meu core, viu!!!

Bjossssss