quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Em crise!

 

Meu coração está…na verdade não consigo identificar como ele está, não sei qual  a melhor palavra!

Um senso de indignação paira lá no fundo, ou de tristeza profunda mesmo!

Vou deixar um trecho de um livro…que me faz chorar…não apenas por pensar sobre, mas por contemplar sobre…Que Deus tenha misericórdia de mim, que Ele tenha misericórdia de nós!

“Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim. Mateus 15:8

A igreja via de regra tem crescido para os lados, mas não para cima nem em profundidade. Ela tem sido muitas vezes superficial, rasa, imatura e mundana. Tem extensão, mas não profundidade. Tem números, mas não vida. É grande, mas não causa impacto. Ela cres­ce, mas não amadurece. Tem quantidade, mas não qualidade. É como a igreja de Sardes: tem nome de que vive, mas está morta (Ap 3.1). Há um vácuo, um hiato, um abismo entre o que os crentes professam e o que vivem, entre o que falam e o que fazem. A integridade e a santidade não têm sido mais o apanágio da vida de muitos crentes. Eles estão caindo nos mesmos pecados vis que condenam nos ímpios.(…)

Estamos vendo, por isso, que a cada dia o mundo está entrando mais para dentro da igreja. A igreja tem mais assimilado que influen­ciado o mundo. Ela se conforma mais com o mundo do que produz nele impacto. A glória de Deus não está mais sobre a tenda da igreja. A igreja se contorce com as dores de parto para dar à luz a seu filho. (…)

E resultado de uma vida no altar, de uma busca sincera, de uma consagração verdadeira, de uma entrega sem reservas de almas que suspiram pelo Altíssimo. Precisa­mos de um Pentecoste que apague o fogo estranho e acenda verdadei­ras labaredas do Espírito nos corações. Oh, o grande soluço de minha alma, o grande grito do meu coração, é que eu possa ser um graveto seco a pegar fogo, pois estou certo de que, se o fogo pegar na lenha seca, até a lenha verde começará a arder! (…)” (Hernandes Dias Lopes – Pentecoste – O Fogo Que Não Se Apaga)

“Ainda assim, agora mesmo diz o SENHOR: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, e com choro, e com pranto.

E rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes, e convertei-vos ao SENHOR vosso Deus; porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e se arrepende do mal.” (Joel 2.12-13)

Pois é…temos sim que sermos separados, nosso Deus é Santo, e deseja santidade em nossas vidas, mas insistimos em viver no “não tem nada a ver” e abrir brechas para o mundo e o diabo operar, e barrar o livre agir de Deus…!

E depois sentamos e reavaliamos os esforços em fazer e acontecer e nos perguntamos: Onde estão os frutos? Em que falhamos? Por que outros são tão usados e abençoados?

Falhamos nas brechas, falhamos em não nos separarmos totalmente, falhamos em abrirmos mão para os modismos do mundo, ou nossas estratégias humanas sem contar com a multiforme graça e capacitação do Espírito Santo, falhamos em não fazer diferença entre o melhor pelo bom, falhamos quando aceitamos qualquer coisa, ou qualquer pessoa sem a busca e consciência pela santidade…falhamos quando vivemos a vida e as situações conforme aquilo que achamos certo e não segundo a vida que Deus nos instrui a viver, falhamos por não termos corações totalmente convertidos! Falhamos por não termos temor de Deus e da vida que Ele nos manda que vivamos entre os irmãos e para seu reino (as almas).

Apenas desabafando…

Danny Elias

10 comentários:

Cida Kuntze disse...

Nossa querida, que desabafo oportuno. Faço minhas as tuas palavras.
Um beijo.

Raquel Consoli disse...

Que Deus tenha misericóridia de nós!!!
Tenho pensado muito nisso tbm... Temos que sair... levar o evangelho ao mundo!!!!

Um grande abraço e que possamos incendiar outros corações!!!

nanda disse...

que bom!
bom saber que não somos os unicos...
existem muitos de nós por ai, que ainda se sentem assim, que possamos juntos clamar por um despertar do gigante adormecido que se chama igreja, para que ela verdadeiramente unida faça diferença neste mundo, sendo o sal e sendo a luz que ele tanto precisa!
E que a cada dia mais de nós despertemos, e que se queremos ver diferença em nossa volta, ela comece mesmo dentro de nós...
Sede por mais, sede a ponto de buscar e transmitir a outros...
e que ao descobrir isso não desanimemos, mas busquemos ser diferentes.
bjks a ti
nanda.

††† =|Сëgu¡TTöw|=- ††† disse...

Tenho me cobrado tbm bastante isso, inclusive o mesmo desabafo que tu faz aqui eu tenho feito e procurado deixar Deus me sondar, mas quão fraco sou e quão difícil é!
abraço té mais

Misturação - Ana Karla disse...

Existem muitos como nós.
Que encontres o conforto.
Xeros

Danny.elle disse...

OI Cida,

Ah, sim temos que nos posicionar...
Grande Beijo

Danny.elle disse...

Oi Rá,

Sim...sim...que Deus derrame de mais temor em nossos corações!

Grande Beijo

Danny.elle disse...

Oi Nanda,

Amém, sei que Deus tem despertado o coração de muitas pessoas e em diferentes lugares, nosso despertar não é toa, que possamos estar abertos e sensíveis ao guiar de Deus para que possamos ser canal aonde Deus tem nos colocado!

Grande Beijo

Danny.elle disse...

Oi Diego,

Sim somos limitados, não conseguimos nada com nossas próprias forças, isso é fato, e também um grande desafio para nós, lutarmos pelos sonhos de Deus, mesmo que sejamos alguns grãos de areia espalhados neste mundão, podemos fazer alguma diferença, dEle vem a nossa força!

Grande Beijo

Danny.elle disse...

Oi Ana Karla,

Corações Unidos, hehe...isso nos fortalece!!! Com certeza!

Grande Beijo