segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Almas que se vão

Olá galerinha, como foram as festas natalinas…a minha foi ótimaaa…hehe rever a famíly é sempre bom…principalmente os que vem de longe…(calma…calma..primo Lê…vou fazer um post especial para o tchauzinho! kkkk)…Bem então, já que estou de férias gosto de aproveitar este tempo o máximo possível para fazer as coisas que nã consigo qdo estou na rotina desenfreada do dia a dia, arrumar meu quarto (somente eu conseguia entrar aqui no meio da arrumação, nada mais nem um besouro…), tempo de orar (sempre primeiro, estou aprendendo direitinho…) e então repensar os planos para o ano que se aproxima, projetar e ousar sonhar, quem não quer ir além? hehe…e tempo de buscar novas idéias, mas o que tenho feito bastante é prolongar meus devocionais, e tem sido muito bommmm..!  E lendo livro encontrei esta história que confesso mexeu muito comigo…vou deixar com vcs…:

Grande Beijo

Danny Elias

ukkm

“Numa tribo indígena, um jovem se preparava para ser o caci­que. Era moço inteligente, ágil e com forte espírito de liderança. Seu corpo atlético e hercúleo faziam dele a esperança de toda a tribo. Entretanto, uma doença indomável e avassaladora estiolou as suas forças, minou o seu vigor e tirou o brilho dos seus olhos. Toda a tribo, aflita, buscou os recursos disponíveis para salvar a vida do futuro cacique. Mas foi tudo em vão. A doença não retrocedia. O jovem, então, com o corpo surrado pela doença, os olhos perdidos no infinito e a certeza da morte iminente, aproximou-se de sua velha mãe e per­guntou-lhe: "Mamãe, para onde eu irei quando morrer? O que será da minha alma?". A mãe aflita respondeu: "Meu filho, eu não sei". Os dias se passaram, e o jovem, agora com o corpo macérrimo e olhar baço, já no colo da mãe, com a voz fraca, perguntou-lhe: "Mamãe, estou morrendo. Para onde vai a minha alma? O que será de mim quando eu morrer?". A mãe, chorando, apertou-o contra o seu peito e disse: "Meu filho, eu não sei, eu não sei". O jovem, não resistindo à enfermidade, morreu sem saber para onde ia. Meses depois, chegou àquela tribo um missionário pregando o Evangelho, falando sobre o céu, a vida eterna e a certeza da salvação. Enquanto o missionário pregava essas boas novas de salvação, saiu de uma palhoça uma mu­lher idosa, com o rosto sulcado de dor e os olhos inchados de tanto chorar; ela correu em direção ao missionário, agarrou-o pelos braços, sacudiu-o violentamente e gritou: "Por que você não veio antes? Por que você não veio antes?". Era a mãe do jovem que morrera sem saber para onde ia. É muito frustrante chegar atrasado. É doloroso chegar tarde demais. Ou alcançamos a nossa geração para Jesus, ou então teremos fracassado em nossa missão. E por isso que precisa­mos de poder, do poder do Espírito, para sair do nosso comodismo, para orar por missões, para contribuir com missões e para fazer mis­sões aqui e além fronteira, antes que seja tarde demais”. (Extraído do Livro – Pentecostes – O Fogo que Não Se Apaga, Hernandes Dias Lopes)

10 comentários:

Dani Viteze disse...

Oie Danny

Amei o post..
Muito massa mesmo!
Ja te add nos favoritos.

Até mais

Dani

Butterfly Blog disse...

OIee
Primeiramente quero agradecer por suas visitinhas no meu blog e agradecer pela dica de Leitura que me recomendou.
Agora em relação ao post, precisamos acordar, despertar do sono espiritual. Estamos muito acomdados com a nossa "vidinha espiritual" E nos esquecemos que há VIDAS pre ser alcançadas pelo amor de Deus. Somos a continuação de Atos! Precisamos acordar!
Bjs

Tarciana Soares disse...

Danny também estou de férias, estou aproveitando pra ler bastante. Ganhei foi é livro esses dias, estou amando.

Então que dizer que temos algo em comum? Que legal!
Me formei esse ano em pedagogia.
Ano que vem vou fazer pós em educação especial.

Sobre seu post, essa história é impactante, eu já ouvi essa história, mas faz tempo.
Que possamos sair da nossa zona de conforto e falar do amor de Jesus para as pessoas.

Aproveitando e peço que ores por uma amiga que é missionária, ela se chama Betânia, ela chegou semana passada pra passar um tempo com a família aqui e está enferma. Estou indo essa tarde fazer uma visita a ela no hospital.

Beijos

nanda disse...

oie...
Otima mensagem esta, coloquei no meu e te indiquei, espero que nao se importem...
Que os cristaos despertem para a obra ao qual fomos chamados, pois o tempo esta passando...

continue assim, com otimas mensagens, gosto de seu blog, porque fala sobre vida com Deus e compromisso com sua obra, tudo o que realmente importa!
bjks e que seu 2011 seja especial e abençoado a cada dia!
agradeço seu carinho e sua visita
=D
nanda

Pequena Menina - Chamada pra adorar disse...

Bençãoo!!!! Gostei da mensagem, forte! amei seu blog e estou te seguindo... Fica na Doce Presença anasrodrigues.blogspot.com -- me segue lá

Danny.elle disse...

Oi Dani....legal tê-la por aqui...volte sempre hehe!

Grande Beijo

Danny.elle disse...

Oi Rô...
Gostei da sua colocação de "somos a continuação de Atos", isso mesmo, pena que estamos muitooo longe de vivermos algo parecido com a igreja primitiva, são poucos os remanescentes que condizem com aquele tempo...Que o Senhor nos Ajude!!!

Grande Beijooo

Danny.elle disse...

OI Tarci,
Hehe...é muito bom ser pedagoga...!

Ah, estarei orando sim, ok!

E essa mensagem realmente mexeu comigo!

Que o SEnhor nos ajude a nos movimentarmos bem mais para o projeto dele que é salvar vidas!

Grande Beijooo

Danny.elle disse...

Oi Fer...obrigada...tbém curto muito seu blog!

Vc é uma garota pra lá de abençoada!!!!

E legal vc postar lá no seu blog, espero que o pessoal lá curta tbém!!!

Grande Beijooo

Danny.elle disse...

Oi Pequena Menina, obrigada pela visita, já conheci seu blog e estou te seguindooo!
Será sempre bem vinda por aqui!

Grande Beijo