terça-feira, 11 de maio de 2010

O agir de Deus

Achei esse post no site de uma parceira Diário de uma C(a)rente…e nossa fui muito edificada por ele, gostei da forma como ela fez a comparação com a explicação sobre a poda de árvores com o texto da Bíblia que fala sobre o mesmo. Que o Senhor toque seus corações com esse post!
Danny Elias


PODA%2~1

É tempo de ser podado
"Toda a vara em mim que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto." (Jo 15.2)
Certa vez uma serva de Deus estava perplexa com o grande numero de aflições que pareciam fazer dela o seu alvo.Um dia passando por uma vinha no esplendor do Outono, notou que as videiras nao estavam podadas e que a sua folhagem ostentava um luxuriante viço.
Notou ainda que as ervas daninhas e o capim estavam crescendo ali à vontade e que o terreno parecia totalmente em descuido. Enquanto considerava aquilo, Deus lhe deu uma mensagem tão preciosa:" Filha, não entendes a razao de tantas provações na tua vida?"

Observa a vinha e aprende a lição que aí esta.O lavrador deixa de podar, deixa de revolver a terra, de limpar ou de colher o fruto maduro, quando não espera mais nada da vinha naquela estação. Ela é deixada de lado porque a estação de fruto ja passou, e qualquer esforço nessa ocasião nao traria resultado.
A vida livre de sofrimento reflete a mesma inutilidade. Queres, pois, que eu pare de podar na tua vida? Devo deixá-la entregue a si mesma? E o coração consolado exclamou: "NAO".
*in Mananciais do Deserto, de Lettie Cowman
Se sentes que as provações na tua vida se multiplicam de dia para dia e não compreendes o porquê de tudo isto te estar a acontecer, logo agora, que até decidiste que Deus seria o teu Senhor e da tua vida, alegra-te! Isso significa que estás a ser podada e que Deus não se esqueceu de ti.  Ao contrário do lavrador que deixa de podar determinada árvore, porque já não espera mais nada dela, Deus ainda espera muito de ti.
Ele ainda vê em ti terra fértil, que é como quem diz uma árvore pronta para dar fruto. E mais do que isso, Deus não quer que enquanto não chega o tempo de colheita, os teus campos se encham de ervas daninhas, que apodreçam as tuas raízes e danifiquem o teu futuro fruto. Não, Ele quer preparar-te para que possas dar um bom fruto, viçoso e cheio de sabor. Mesmo que pelo caminho tenhas de ficar a parecer uma arvorezinha sem feia, sem folhas, toda meia torta, não fiques triste, no final, vais ser uma árvore linda, cheia de luz e de frutos frescos, capaz de saciar a fome de muitos.
A propósito da poda, fiz uma pequena pesquisa na net e descobri um artigo muito simples, mas que me fez pensar mais um pouco nesta questão. Vejam o que ele diz:
"Produtores devem aparar os galhos longos e eliminar ramos doentes, secos e em excesso. O objetivo é facilitar a colheita e obter frutos maiores e mais doces". 
Interessante, não? É isto mesmo que Deus faz connosco, Ele apara os nossos galhos longos, retira de nós tudo o que está a mais, equilibra-nos, retira os galhos doentes, livra-nos de tudo aquilo que poderá minar o resto da "árvore". E tudo isto com um objectivo: que os nossos frutos possam ser maiores e mais doces. Vejam bem, não são só maiores, como mais doces. Como o nosso Deus é maravilhoso... 
"A poda de inverno também controla o comprimento dos galhos – como a tendência da árvore é emitir força para as pontas, isso distribui a energia – e facilita os cuidados e a colheita.”
Já repararam que também nós temos uma certa tendência a emitir força para as pontas? Não?
Então pensem... Geralmente andamos descompassados, descontrolados, desenergizados, porque colocamos a nossa energia toda muitas vezes no sítio errado... Colocamos a nossa energia na TV, nas novelas, no cinema, no trabalho, enfim, focamo-nos onde não devemos e por isso depois falta-nos energia para alimentar o resto da árvore. 
Ao que parece, com a poda, Deus vai reduzir essa nossa tendência e vai ajudar-nos a distribuir toda a nossa energia pelos sítios certos: pela oração, pelas idas aos cultos de domingo e rede de jovens, por um tempo de intimidade com o Pai, pela leitura da palavra e de livros que edifiquem, etc. E com a energia redistribuida,  a nossa árvore vai crescer forte e saudável e, no tempo da colheita, vai mais facilmente dar fruto.
Mas calma, não ficamos por aqui. Ainda descobri mais umas coisinhas interessantes sobre isto da poda. 
"Quando há ramos sobrepostos, são retirados os que concorrem com os mais altos, onde a incidência de raios é maior."
Pois é, nada de ramos sobrepostos. Esses têm de ir à sua vidinha, para que os outros possam crescer saudavelmente. Na vida com Deus esquece lá a velha expressão "concorrência saudável". Lamento desapontar-te, mas no Reino isso não existe. Existe sim a concorrência, mas que de saudável não tem nada. Esta parte da poda faz-me lembrar aquele versículo "Ninguém pode servir a dois senhores" (Mt 6:24). Acho que estás a entender a ideia, certo? Enquanto não eliminarmos a concorrência da nossa vida, nunca vamos conseguir ver Deus como Ele é e não vamos conseguir ser/fazer aquilo para o que fomos chamados. Temos de eliminar tudo aquilo que entristece o Espirito Santo e que o afasta de nós, para que possamos ter a luz toda em nós. 
Estou doida a ler este artigo e a pensar como tudo isto faz sentido. Claro que quando Jesus o disse Ele sabia que fazia sentido, mas sejamos sinceros, para nós que não percebemos nada de agricultura, isto pode ser um pouco chinês... É fantástico ver como tudo encaixa. De facto a Palavra de Deus é um manual maravilhoso. Reparem bem nesta última frase do artigo. 
"Abrindo caminho para os raios solares, o produtor irá obter frutos mais doces."
Deus poda-nos para abrir os nossos olhos para a Sua luz. Essa luz faz-nos crescer fortes, saudáveis,  bonitos por dentro de por fora,  sem ramos em excesso e prontos para dar frutos, não daqueles pequenos, raquíticos e sem sabor, mas daqueles grandes, fortes, também eles bonitos por fora e por dentro e bem doces.   
"Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz"
É tempo da poda das árvores frutíferas. Nós somos essas árvores que precisam de ser podadas. Deus é o nosso agricultor, ou jardineiro, como lhe quiserem chamar. É tempo de deixarmos que o nosso agricultor preferido trate das Suas árvores. É tempo de deixar que Ele nos pode, nos molde, nos prepare para darmos muito e bom fruto, doce fruto. 
Nunca deixes de nos podar Deus, nunca deixes de revolver a terra e de limpar todo o fruto, para que possamos dar ainda mais e melhor. 


Fonte: Diário de uma C(a)rente

2 comentários:

Rose disse...

Oi Danny.
Virei seguidora do seu blog, pois o contéudo é muito bom.
Que o senhor continue te usando e que a graça dele sempre te baste.
Beijos,
Rose.

Isa disse...

Visitando seu espaço, gostei e já sou seguidora.Parabens pelas postagens e que Deus te abençoe.

Com carinho
Isa

Aguardo sua visita e sinta-se à vontade caso queira ser uma seguidora de um dos meus blogs ou sites. Valeu!!