sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

C. S. Lewis Song


Dia de sexta, dia de vídeo, hoje vou deixar a tradução da música "C. S. Lewis Song" - Brooke Fraser, minha canção favorita, quem conhece a famosa frase de Lewis sobre nossa estada aqui nessa terra, vai entender a versão que Brooke criou...fica para lembrarmos que nada neste mundo tem força para nos satisfazer, pois nosso coração não pertence as coisas daqui, nosso coração está posto em Cristo, por isso desejamos coisas que são eternas, e pertencem ao Reino que fazemos parte! 

C.S. Lewis Song

If I find in myself
Desires nothing in this world can satisfy
I can only conclude
That I, I was not made for here
If the flesh that I fight is at best
Only light and momentary
Then of course I'll feel nude
When to where I'm destined I'm compared

Speak to me in the light of the dawn
Mercy comes with the morning
I will sigh and with all creation groan
As I wait for hope to come for me

Am I lost or just less found?
On the straight or on the roundabout
Of the wrong way?
Is this a soul that stirs in me
Is it breaking free, wanting to come alive?
'Cos my comfort would prefer for me to be numb
And avoid the impending birth
Of who I was born to become

Speak to me in the light of the dawn
Mercy comes with the morning
I will sigh and with all creation groan
As I wait for hope to come for me

For we, we are not long here
Our time is but a breath
So we better breathe it
And I, I was made to live
I was made to love
I was made to know you
Hope is coming for me
Hope is coming for me
Hope is coming for me
Hope, He's coming

Speak to me in the light of the dawn
Mercy comes with the morning
I will sigh and with all creation groan
As I wait for hope to come for me
For me, for me, for me
Canção de C.S. Lewis

Se eu encontro em mim mesmo
Desejos que nada neste mundo possa satisfazer
Eu só posso concluir
Que eu, eu não fui feito viver aqui
Se a minha luta contra a carne é, na melhor das hipóteses
Apenas leve e momentânea
Então é claro que eu me sentirei nu
Quando comparado com o lugar para o qual fui destinado

Fale comigo à luz da alvorada
A misericórdia vem com a manhã
Eu suspirarei, e com toda a criação gemerei
Enquanto aguardo a esperança vir à mim

Estarei eu perdido ou apenas não fui encontrado?
Pelo caminho adiante, ou andando em círculos
Pelo caminho errado?
Existe uma alma movendo-se em mim,
Tentando se libertar, querendo tornar-se viva?
Pois o meu conforto preferiria que eu fosse insensível
E evitar o iminente nascimento
De quem eu nasci para me tornar

Fale comigo à luz da alvorada
A misericórdia vem com a manhã
Eu suspirarei, e com toda a criação gemerei
Enquanto aguardo a esperança vir à mim

Porque nós, nós não ficaremos aqui por muito tempo
Nosso tempo não passa de um fôlego
Então é melhor respirá-lo
E eu, eu fui feito para viver
Fui feito para amar
Eu fui feito para conhecê-Lo
A esperança está vindo à mim
A esperança está vindo à mim
A esperança está vindo à mim
Esperança, Ele está vindo

Fale comigo à luz da alvorada
A misericórdia vem com a manhã
Eu suspirarei, e com toda a criação gemerei
Enquanto aguardo a esperança vir à mim
Vir à mim, vir à mim, vir à mim